Documento sem título
 
 
 
 
 
 
 
 

Notícia - Guia alimentar recomenda maior ingestão de leite 16/12/2016
Guia alimentar recomenda maior ingestão de leite

Produzido pelos Departamentos de Agricultura e Saúde e Serviços Humanos norte-americanos, o estudo estabelece as metas de consumo de cada um dos grupos de alimentos, orienta sobre como melhorar a alimentação das pessoas e, consequentemente, reduzir a obesidade.

O guia, publicado este ano, deverá ser usado pelo poder público e por profissionais da saúde. É dividido em três tópicos:

• Balanceamento de calorias;

• Aumento de consumo;

• Redução de consumo.

Isso significa, na prática, comer menos e em menores proporções. Um dos pontos a serem destacados é a recomendação para aumentar a ingestão diária de leite, para que a necessidade de consumo diário de um adulto, que é em média 1.000 mg, seja atingida.

Dicas de consumo

A nutricionista Ana Beatriz Barella diz que as pessoas devem consumir mais leite desnatado e semidesnatado, pois eles contêm até três vezes menos gordura que o leite integral e mantêm todos os nutrientes, incluindo a quantidade de cálcio. “Outra opção é consumir derivados lácteos light, entre eles o iogurte e queijos magros, como a ricota ou o tipo cottage, por exemplo”, explica.

O guia reforça o cálcio como um nutriente importante para a saúde óssea e que contribui para o sistema nervoso, vasos sanguíneos e movimento muscular. Com baixa massa óssea, o indivíduo é mais propenso a ter osteoporose ou outras fraturas. A nutricionista comenta que todas as faixas etárias são encorajadas a consumir a quantidade adequada, mas o guia destaca que crianças a partir de nove anos até a adolescência, mulheres adultas e adultos em geral com idade a partir de 51 anos devem estar ainda mais atentos.

Brasil

Os dados utilizados pelos profissionais da saúde brasileiros são baseados na Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) e no Guia Alimentar Brasileiro, publicado pelo Ministério da Saúde. Segundo os estudos, a população deve ser orientada a consumir três porções de leite e derivados diariamente. Por sua vez, o Governo e o setor produtivo devem incentivar a produção, processamento, comercialização e consumo de leite e laticínios com baixos teores de gordura, tornando-os mais acessíveis física e financeiramente a toda a população.

“O Guia Alimentar deve basear o Guia Alimentar Brasileiro, a ser publicado em breve, já que diversos países da América Latina adotam o levantamento norte-americano como referência para consumo e saúde para sua população”, declara a nutricionista. “Suas páginas também trazem a consideração de que todos são responsáveis pelas escolhas alimentares, não somente o indivíduo e o Governo, mas também os profissionais de saúde, de comunicação, entre outros.”

Consumo inteligente

Diminuir o consumo diário de gorduras saturadas e sólidas para 10% do total de calorias e de sódio para menos de 2.300 mg também são tópicos importantes do Guia Alimentar. Para quem tem a partir de 51 anos ou sofre de hipertensão, diabetes ou doença renal crônica, o consumo de sódio deve ser ainda menor, no máximo 1.500 mg por dia.

Preencher metade do prato com legumes e vegetais coloridos – verde-escuros, vermelhos e alaranjados –, ingerir cereais integrais e proteínas saudáveis (peixe) três vezes por semana e beber água no lugar de bebidas açucaradas são outras recomendações relevantes.

Para as pessoas que estão acima do peso ou obesas, o ideal é controlar a ingestão calórica total para gerenciar o peso corporal. Isso significa consumir menos calorias, aumentar a atividade física e reduzir o tempo gasto em comportamentos sedentários. “O mais importante é caprichar na refeição e considerá-la um momento importante do seu dia, além de se dedicar a uma atividade física que dê prazer e que contribua para a vida saudável”, finaliza Ana Beatriz.

Fonte: Idmed

 

27/01/2017
4 receitas fáceis de chá gelado para o verão
27/01/2017
Alimentos para combater o inchaço
20/01/2017
Step: um degrau que faz milagres
20/01/2017
Benefícios do amendoim para a saúde
12/01/2017
5 bons motivos para continuar treinando no calor
 
Documento sem título
 
 
Segunda à sexta, das 8h às 18h e aos Sábados, das 9h às 13h
 
Rua Palestra Itália, 179 - Perdizes - SP
Mapa de Localização


Razão Social: Qualityfarma Farm. Manip. EIRELI-Me | CNPJ: 05.540.024/0001-57
Licença Sanitária: 35503080147700310115 | AFE: 0.38958.4 | AE: 1.36277.7
Farmacêutico Responsável Técnico: Letícia de Souza Coelho - CRF-SP: 70697
 
  Dermocosméticos | Saúde e Nutrição | Florais
  Contato | Orçamento Online | Fale com o Farmacêutico
 
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados | Produzido por FrameSet